Reencarnação

Reencarnação
A Queda de Ícaro, óleo sobre tela, de Jacob Peter Gouwi (Circa 1636) - Madrid, Museo del Prado

– Seja bem-vindo e parabéns, você vai reencarnar!

– Obrigado, estou animado pra começar.

– É né?

– O quê?

– Nada não. Antes de liberamos seu nascimento precisamos apenas fazer uma etapa final: suas escolhas kármicas.

– Escolhas?

– Esqueceu né? Normal. Logo que nascer você vai esquecer de novo. Cada um escolhe o próprio karma antes de reencarnar. Para ajudá-lo no processo, organizamos tudo como uma lista de perguntas e respostas. Conveniente não?

– Conveniente pra quem?

– Primeira pergunta: joelho ou ombro?

– Como?

– Vai quer ter joelho bichado ou ombro bichado?

– Sério?

– Amigo, quem não tem o joelho bichado tem o ombro, já reparou? Pois é. 

– Sou obrigado a ter um dos dois?

– Não. O senhor pode optar por girar a roleta da morte precoce por doença rara.

– Ombro.

– Perfeito. Cervical ou Lombar?

– Peraí.

– Ou roleta?

– Cervical.

– Excelente escolha.

– Por que?

– Combina com ombro. Os médicos vão acreditar que há correlação ou mesmo causalidade entre as duas coisas. Que divertido!

– Muito. Posso ir agora?

– Falta pouco. Ansiedade ou depressão?

– Acho que já estou com as duas.

– É o que acontece quando essa opção não é feita, mas não se preocupe, assim que fizer a escolha uma delas prepondera.

– Prepondera? Como assim prepondera? E a outra? Como fica a outra?

– Muito bem! Vejo que o senhor escolheu ansiedade.

– Peraí! Eu…

– Última pergunta: Ícaro ou Sísifo?

– Não entendi.

– Escolha sua maldição.

– Qual é a diferença?

– Ícaro: querer voar alto pra roubar o fogo dos Deuses mas fracassar de forma espetacular despencando dos céus com suas ridículas asas de cera em direção à morte e à humilhação.

– Bem ruim essa.

– É por isso que chamamos de maldição. Sísifo: rolar uma pedra enorme e pesada até o alto de uma montanha só pra vê-la rolar de volta morro abaixo e ter que recomeçar esse processo sem sentido nem propósito… para sempre.

– Que horror!

– Qual vai ser?

– É literalmente isso?

– Não. o senhor tem total liberdade de escolha sobre como viver sua maldição. Não é ótimo? Pode ser Ícaro tentando ser artista ou Sísifo se tornando professor, por exemplo.

– Isso é um absurdo! Quem fez essas regras malucas?

– Você.

– Eu?!?

– Um dia você vai entender.

– Eu não aceito. Quero falar com o encarregado!

– Perfeito. Ícaro. Próximo!

Daniel Mattos

Daniel Mattos

Nasceu em Petrópolis, em julho de 1975 e recebeu o nome de Daniel Vidal Mattos. Desde então está em busca de respostas sobre o que é ser Daniel Vidal Mattos, nascido em Petrópolis em julho de 1975. Não se parece com a foto aqui publicada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: