O Capitalista Ambicioso

O Capitalista Ambicioso

O Capitalista Ambicioso é apenas um entre os diversos estereótipos de homens de negócio que costumam ser representados em filmes, séries, novelas e outras obras audiovisuais. Sua característica marcante é a ambição em doses desmedidas, aliada a um caráter frio e calculista, que não mede os meios para alcançar os fins desejados. A inveja, a vaidade e algum ideal distorcido também podem ser elementos importantes na construção de sua personalidade.

Na maioria das vezes, o modus operandi agressivo do Capitalista Ambicioso, e as motivações do personagem, parecem se fundamentar exclusivamente na busca obsessiva pelo dinheiro, o poder e a glória. No entanto, é possível que o passado de alguns deles esconda um trauma ou decepção que sirva para explicar seu comportamento obstinado e individualista.

Contrastando com outros tipos do mesmo gênero, como o Rico Avarento, o Milionário Excêntrico, o Playboy Bon Vivant e o Magnata Magnânimo, o Capitalista Ambicioso não é um gastador nem um poupador compulsivo, mas faz uso de sua influência e poder financeiro com o objetivo exclusivo de aumentá-los, de forma a subjugar as pessoas que o cercam. Sua obsessão se revela por não ter qualquer escrúpulo em passar por cima dos obstáculos que pareçam atrapalhar sua jornada rumo ao sucesso idealizado.

De acordo com a história em que está inserido, a mentalidade do Capitalista Ambicioso pode variar entre um cinismo estóico, quando se propõe a representar a realidade nua e crua do mundo corporativo, ou adotar as tintas de um idealismo megalômano, e até mesmo revolucionário. Em todo caso, nunca há uma verdadeira redenção para o personagem. No máximo, ele poderá fingir alguma transformação de caráter, que ao final se revelará como estratégia egoísta, ou então se render resignado a alguma força maior ou destino inexorável, como a prisão, a solidão ou a morte.

Exemplos:

Gordon Gecko (Wall Street)

Steve Jobs (Jobs)

Jordan Belfort (O Lobo de Wall Street)

Mark Zuckerberg (A Rede Social)

Marcial Renato

Marcial Renato

Marido da Karin, a mulher mais bonita que já conheci na vida, pai da Ravena (super poderosa), do Henzo (a pronúncia é "Renzo", como o lutador) e da Laura (de olhos verdes). Filho da Alzira, a mulher mais forte do mundo, e do Paulo Roberto, o cara mais maneiro de todos os tempos. Já trabalhei como produtor de TV, Cinema e Internet, fui professor de Comunicação Social e hoje sou servidor de carreira da Agência Nacional do Cinema (ANCINE). Tenho um mestrado em Literatura e graduação em Publicidade e Propaganda, ambos na UFRJ. Em 2012, escrevi, produzi e dirigi o longa-metragem "Dia de Preto", com Daniel Mattos e Marcos Felipe Delfino, premiado em diversos festivais no Brasil e no mundo. Também sou autor dos livros "Rituais de Casamento", de 2015, junto com a Karin, e "Asgaehart: as invasões bárbaras", lançado em 2018. Duas vezes por ano jogo na lateral direita do time dos nascidos na década de 70 do Vale do Rio Grande (7X). Também gosto de pegar onda no verão, e nas horas vagas escrevo aqui no site da Maxie.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: